A Oficialização da União Lusófona na Federação Russa

No mundo contemporâneo, a união e a coesão social constituem um dos fatores de grande relevância para o desenvolvimento e crescimento de qualquer sociedade.

Europa -
Lusófona

União Lusófona na Rússia “ULR”

Muitas vezes, essa união e coesão entre países ou comunidades na diáspora vem de certa forma fortalecer e dinamizar muitos dos interesses que esses países ou essas comunidades possuem em comum, uma vez que elas partilham a mesma ideologia e consequentemente estão unidos com um só objetivo.

Em virtude desses dois fatores que consideramos crucial no processo de desenvolvimento de qualquer sociedade actual, foi feita uma atividade no dia nove de Dezembro do ano em curso na Universidade Russa de Amizade dos Povos que culminou com a abertura, bem como a oficialização de uma das primeiras organizações sem fins lucrativos que une todas as comunidades e falantes da língua portuguesa na Rússia denominada União Lusófona na Rússia “ULR”.

Nesta atividade que marcou a oficialização desta organização no qual São Tomé e Príncipe faz parte, foram apresentados todos os objetivos pelo o qual a mesma foi criada e os seus representantes legais, bem como a importância que a organização terá em toda a Federação da Rússia no que concerne a valorização e expansão da língua portuguesa nas Instituições “Universidades” Russas. Não obstante a isso, tivemos a oportunidade de sermos brindados com a apresentação de algumas músicas tradicionais dos países pertencentes à organização , assim como a apresentação dos trajes culturais e respectivos discursos dos representantes da mesma organização.

A organização está constituída por todas as comunidades falantes da língua Portuguesa na Rússia, o organograma da organização está bem estruturada a fim de definir as responsabilidades de toda a equipa, foram estabelecidos cargos como; a presidência, vice-presidência, e os secretariados.

Neste elenco das funções distribuídas na “ULR”, São Tomé e Príncipe ocupa um dos cargos fundamentais que é o da vice-presidência representado pelo estudante São-Tomense do 3º ano do curso de comunicação, publicidade e relações públicas,  “Laime de Assunção José”.

No fim das atividades houve sessões de fotos e as respetivas entrevistas rápidas onde os participantes tiveram a oportunidade de dar seus pareceres fazendo perguntas e dando sugestões sobre a “ULR” e consequentemente as expectativas e os caminhos pelo qual a mesma deverá seguir para chegar aos objetivos almejados.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo