Incêndio em STP: 5 vítimas mortais, 2 idosos e 3 crianças, só no mês de Dezembro

Notícias -
Rádio Somos Todos Primos

Quatro grandes incêndios foram registados neste mês de Dezembro em São Tomé e Príncipe, tendo causado cinco vítimas mortais, dentre elas, dois idosos e três crianças.

O mais recente aconteceu por volta das três horas da madrugada deste domingo, 29 de Dezembro, no Bairro da Quinta de Santo António, distrito de Água Grande, São Tomé, tendo causado a morte de duas crianças, uma de 1 e outra de 3 anos. A residência que ficou destruída por completo pelo fogo, continha 5 quartos e 5 salas onde viviam dez pessoas.

Dediana Diamantino é uma das sinistradas que se encontrava em casa e assistiu enquanto o incêndio consumia a sua residência. “Eu perdi tudo“, dizia a sinistrada em gritos de desespero enquanto os bombeiros tentavam combater as chamas. “Eu perdi a minha mãe em 2018 e casa pega fogo em 2019. Eu não tenho pai, não tenho mãe“. O fogo reduziu à cinzas todos os bens de Dediana e sua família. “Nós não temos casa, não temos onde morar. Pedimos a quem pode ajudar-nos, pelo menos um quarto para dormir” apelou a jovem de 22 anos, que perdeu também uma sobrinha e uma prima no mesmo incêndio.

Incêndio em Santo António

A vaga dos incêndios de Dezembro também alastrou a Região Autónoma do Príncipe. Na última quinta-feira, 26 de Dezembro, quando um jovem de 31 anos ateou fogo à sua residência depois de agredir, com mais de 10 golpes de faca, a sua companheira de 19 anos com quem vivia, segundo relataram fontes locais.

Incêndio na Região Autónoma do Príncipe

O incêndio consumiu uma “casa comboio” e deixou 11 famílias (40 pessoas, entre elas 19 crianças) sem teto. O Presidente do Governo Regional, visitou o local e considerou que ” é uma grande tragédia” tendo referido que “infelizmente o Príncipe, este ano, vem estando tragédia atrás de tragédia deste o Anfitriti“. José Cardoso Cassandra reuniu-se com os sinistrados e grantiu que “já falamos com o Governo Central, com o senhor Primeiro Ministro, que está totalmente disponível para apoiar“.

A mulher esfaqueada foi evacuada de urgência para o Hospital de São Tomé e não corre risco de vida, enquanto o agressor foi detido e encontra-se sob a custódia da polícia regional.

Incêndio em Oquê-Del-Rei

No início do mês de Dezembro, dois incêndios em localidades diferentes causaram morte à Três pessoas na ilha de São Tomé, nas localidades de Oquê-Del-Rei e em Laranjeira.

“As vítimas são um idoso de 90 anos e o seu neto de oito e outra é um idoso de 80 anos. Todos encontravam-se no interior das residências quando se deu os incêndios” segundo o Jornal Vitrine Online.
o Jornal da conta que “em Laranjeira, testemunhos garantem que os bombeiros não chegaram à tempo de poder salvar as vitimas devido a intensidade das chamas.”

O Jornal Vitrine Online avançoi que ” a emissora pública do país (Rádio Nacional) disse que em Oquê-Del-Rei, os moradores receberam os agentes dos serviços de bombeiros a pedrada, tendo estes abandonado o local sem proceder a extinção do incêndio.”

“O que é que eles foram lá fazer, chegaram demasiado tarde”, disse, Albertina Neves, uma moradora da localidade citada pelo jornal.

Todos os anos dezenas de residências são consumidas pelo fogo em São Tomé e Príncipe. O Serviço Nacional de Proteção Cívil e Bombeiros não dispõe de meios para averiguar as causas destes incêndios, baseando-se nas declarações dos sinistrados os testemunhas que, normalmente, apontam como principal causa os circuitos eléctricos (derivados de cortes e energia).

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo