Calema nomeados embaixadores do UNICEF para São Tomé e Príncipe

“Não tem uma criança [São-tomense] que não saiba cantar uma música dos Calema”

Notícias -
Rádio Somos Todos Primos

Calema - Embaixadores do UNICEF

Nascidos em Angolares, uma das regiões mais pobres de São Tomé e Príncipe, os irmãos Fradique e António têm conquistado o mundo com as suas vozes. Ganharam projeção internacional a partir de 2011 e nunca mais pararam. Os Calema têm uma história de vida de superação que inspira crianças, jovens de vários países e “levaram o nome de São Tomé e Príncipe para bem longe”. Os nomes de Fradique e António Ferreira foram registados no escritório do UNICEF em Nova York como os primeiros embaixadores desta organização das Nações Unidas para São Tomé e Príncipe.

Esta sexta-feira, 20 de novembro, dia internacional dos direitos das crianças, os Calema foram nomeados Embaixadores do UNICEF para São Tomé e Príncipe e passaram a fazer parte do grupo de artistas, atletas e personalidades de grande reconhecimento que assumem o compromisso de utilizar a sua influência e talento para promover e defender os direitos das crianças e dos adolescentes. “Estamos muito orgulhosos”, revelaram durante uma cerimónia online de formalização da nomeação que contou com a participação do represente do Escritório Regional do UNICEF, da representante do UNICEF em São Tomé e Príncipe e de Portugal, Ministro da Juventude, Desporto e Empreendedorismo, Secretário de Estado para Comunicação Social e funcionários do UNICEF em São Tomé e Príncipe.

Os Calema asseguram que conhecem bem a realidade das crianças de São Tomé e Príncipe e podem “dizer com conhecimento de causa quais são as necessidades, tipos de proteção e apoio que uma criança precisa para que ela seja bem formada”. Além disso, os jovens músicos santomenses gozam de popularidade nacional e internacional que facilitará a partilha de mensagens em prol das crianças e adolescentes de São Tomé e Príncipe. “Não tem uma criança [São-tomense] que não saiba cantar uma música dos Calema” disse, emocionada, Aleina Sousa, presidente do Parlamento Infanto Juvenil de São Tomé e Príncipe.   O Ministro da Juventude, Desporto e Empreendedorismo, Vinício Pina também realçou que “a juventude se emociona ouvindo as músicas, se emociona conhecendo todo o percurso dos irmãos Calema” que representam, como uma das suas célebres canções Bomu Kêlê, “vamos acreditar”.

Há dois anos que Fradique e António colaboram com o UNICEF em eventos e sensibilização pelas causas das crianças são-tomenses. “Com o nosso trabalho conseguimos fazer tanta coisa boa e aproveitar essa plataforma que nós temos gigante para passar a mensagem, para educar, para ajudar. É fundamental para que agente possa acrescentar algo de novo na vida de muitas crianças e lhes mostrar um futuro diferente”.

A cantora Xinha foi a primeira embaixadora do UNICEF em São Tomé e Príncipe, mas tratou-se apenas de uma nomeação do escritório do UNICEF-STP. Assim, os Calema são oficialmente os primeiros embaixadores do UNICEF para São Tomé e Príncipe nomeados pelo escritório sede do UNICEF em Nova York. A nomeação é válida até 2022. Até lá, garantem que “aquilo que for possível nós estamos dispostos a fazer”.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo