Covid-19: Com 79 anos e problemas cardiovasculares, Fradique de Menezes foi vacinado

Fradique de Menezes com 79 anos disse que “eu aconselho a todas e a todos a fazerem aquilo que eu acabo de fazer…tomem esta vacina porque ao menos ela pode criar imunidade à pessoa”.

País -
Fradique de Menezes

Fradique de Menezes recebe vacina Astrazeneca contra COVID-19

Foi na sua residência oficial, na Quinta da Favorita, que o antigo Presidente da República, Fradique de Menezes recebeu a primeira dose da vacina da Astrazeneca contra a covid-19. O Ex-Presidente da República disse que “é a vacina que nós temos” e realçou que “ela pode criar imunidade à pessoa”.

Sinto-me bem, até agora, e aconselho a todos os meus compatriotas a fazerem o mesmo, porque se as pessoas pensaram em fabricar este tipo de vacina é para ajudar, exatamente, a ver se a gente consegue lutar contra esta pandemia da covid-19″, disse o Ex-chefe de Estado.

“É evidente que existem outras vacinas” reconheceu com alguma preocupação revelando que “eu sou alguém que sofro de problemas cardiovasculares e tenho até problemas com a criação de coágulos e eu tomo anticoagulantes”. Fradique de Menezes disse que consultou alguns cardioligistas que “foram unânimes” e recomendaram que fosse vacinado.

“Até chegar hoje, consultei por volta de uns quatro cardiologistas…e todos foram unânimes em dizer: é melhor ter um na mão que dois a voar”. Com esta mensagem Fradique de Menezes entendeu que deve ser vacinado e alertou que “se não tomarmos esse tipo de precauções [vacina], criar imunidade para avançarmos contra este vírus, é o vírus que depois apodera-se de nós”.

O antigo Presidente da República, com 79 anos, disse que “eu aconselho a todas e a todos a fazerem aquilo que eu acabo de fazer…tomem esta vacina porque ao menos ela pode criar imunidade à pessoa”.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo