Tribunal decreta prisão para oito agentes da Polícia Judiciária suspeitos na morte de ‘Lady’

São ao todo nove suspeitos. O Tribunal decretou prisão preventiva para três, prisão domiciliária para cinco e termo de Identidade e Residência para um.

Notícias -
Rádio Somos Todos Primos

Nove agentes da Polícia Judiciária foram considerados suspeitos de estarem envolvidos na morte do jovem, Nelson das Neves, vulgo ‘Lady’, que alegadamente terá acontecido nas instalações da PJ no dia 26 de março. A informação foi avançada pela STP-Press que cita fonte do Tribunal.

Dos nove agentes suspeitos, o Tribunal de São Tomé decretou, esta terça-feira, a prisão preventiva para três, enquanto que cinco agentes ficaram sob a prisão domiciliária e um outro ficou sob Termo de Identidade e Residência.

No âmbito deste processo, o Governo assegurou a abertura de dois inquéritos e demitiu o Director dos Serviços Prisionais, Lázaro Ramos, que acusou, em primeira mão, a Polícia Judiciária de ser a responsável pela morte do jovem de 23 anos que perdeu a vida vítima de um traumatismo crâniano.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo