Tribunal Constitucional declara Carlos Vila Nova – Presidente da República

Segundo os dados definitivos hoje anunciados Vila Nova obteve 57,6% dos votos e torna-se no quinto chefe de Estado são-tomense, sucedendo Evaristo Carvalho que ainda continua em funções.

Notícias -
Rádio Somos Todos Primos

Os resultados definitivos da segunda volta realizada em 5 de setembro, foram validados pela Assembleia de Apuramento Geral e anunciados pelo próprio Presidente do Tribunal Constitucional, Pascoal Daio-

“Declaramos o candidato Carlos Vila Nova eleito Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe”, anunciou, Pascoal Daio.

Segundo os dados definitivos divulgados pela assembleia de apuramento geral, realizada segunda-feira, Carlos Vila Nova obteve 57,6 % dos votos, correspondentes a 45.534 votos, mais 53 votos em relação aos dados provisórios divulgados pela CEN em 06 de setembro.

O candidato Guilherme Posser da Costa obteve 42,4% dos votos, correspondentes a 33.585 votos, mais 28 votos em relação aos dados provisórios anunciados pela CEN.

Estavam inscritos para estas eleições 123.302 eleitores em São Tomé e Príncipe e em 10 países da diáspora onde se realizou o recenseamento eleitoral de raiz.

O número de votantes na segunda volta foi de 80.622, correspondentes a 65,4%, enquanto se abstiveram 42.680, correspondentes a 34,6%.

Os dados definitivos indicam 345 votos brancos e 1.158 votos nulos.

Carlos Vila Nova, de 64 anos, é licenciado em engenharia de telecomunicações e foi ministro das Infraestruturas de governos liderados por Patrice Trovoada (2010-2012/2014-2018).

Vila Nova foi apoiado nestas eleições pelo partido Ação Democrática Independente (ADI, oposição), e vai suceder na Presidência da República a Evaristo Carvalho, eleito em 2017, também com apoio da ADI.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo