MESARO Aurora

Estudantes são-tomenses em dificuldades no Brasil exortam respostas do Governo

“Nós também somos santomenses e temos os mesmos direitos que demais estudantes santomenses”, lê-se numa mensagem de apelo fizeram chegar ao Ministério da Educação e Ensino Superior.

Educação -
Edtudantes Brasil

Nós estudantes santomenses no Brasil estamos passando por diversas demandas. Há mais de um ano e um mês,  que estamos sem receber o pagamento da bolsa de estudo, os estudantes estão passando por diversas dificuldades, muitos estão sem poder pagar as despesas diárias, isto inclui alimentação, aluguer de casa, água, luz, etc, e muitos alunos terminaram o curso e não  conseguem regressar ao país e nem conseguem deslocar para outro estado do Brasil para dar continuidade na sua formação, refiro: mestrado e ou especialização.

Recentemente soubemos que os estudantes bolseiros no exterior já receberam o valor da bolsa do Governo santomenses no mês de março, porém, nós estudantes santomenses no Brasil, infelizmente não recebemos a referida bolsa que o Ministério de Educação alega ter pago a todos os países.

Enviamos e-mail para senhor Jacinto Fernandes da direção do ensino, encaminhamos a carta na página do facebook do ministério da educação,  e  entramos em contato com assessor para área pedagógica, senhor Bernardo Tiny via WhatsApp, no qual afirmou que entraria  em contato com Direção de Serviços e nos daria um retorno no dia 13 de maio, porém não teve êxito.

Por fim, enviamos uma cópia da carta  para um dos parentes dos estudantes, e o mesmo fez a  entrega no Ministério da Educação, entretanto não tivemos retorno. Gostaríamos de saber o porquê que nós não recebemos o pagamento da bolsa? Sabendo que estamos há mais de um ano e mês sem receber o pagamento no valor integral. No mês de outubro nos enviaram 300 dólares americanos alegando que estavam sem dinheiro e desde ali estamos sem receber o valor.

Vale ressaltar que nós no Brasil não temos nenhuma entidade que nos represente, dizendo na língua terra terra, estamos a Deus dará, não temos Embaixada nem Consulado, e se os estudantes estiverem com passaporte vencido terá que regressar para São Tomé de modo pedir novo passaporte, ou pedir que alguém que esteja vindo de São Tomé para o Brasil possa trazer o seu passaporte, tendo apenas validade de apenas um ano, tivemos contato com entidades dos Negócios Estrangeiros, porém sem êxito.

Viemos humildemente por aqui de antemão para que este ministério possa efetivar o nosso pagamento de bolsa do valor integral, isto é, 900 dólares americanos. Nós também somos santomenses e temos os mesmos direitos que demais estudantes santomenses, viemos para o Brasil em busca de oportunidade e posteriormente dar os nossos contributos para o país. Temos muitos estudantes que se formaram no Brasil que regressaram São Tomé e Príncipe e estão dando contributos.

Deste modo, pedimos que o Ministério da Educação possa cumprir com vosso dever em pagar a nossa bolsa.

Atenciosamente, Estudantes Santomenses no Brasil.

Últimas

Topo