Covid-19: Governo reabre comércio com horário normal, mas mantém o Estado de Calamidade

Na nova Situação de Calamidade, os serviços da função pública, o comércio e restauração voltam a funcionar com o horário normal. Piqueniques e discotecas mantém-se proibidas.

Notícias -
Rádio Somos Todos Primos

O Governo voltou a prorrogar por mais 15 dias a Situação de Calamidade Pública em São Tomé e Príncipe, mas flexibilizou algumas medidas que se encontravam em vigor. Uma flexibilização que resulta da diminuição dos casos da Covid-19 no país.

Em comunicado da última reunião do Conselho de Ministros, realizada na quarta-feira, dia 14, segundo o Secretário de Estado da Comunicação Social, Adelino Lucas, o Governo, após “análise profunda da evolução da pandemia no país, e tendo constatado uma diminuição no número de casos (…) decidiu voltar a decretar mais um Estado de Calamidade em saúde pública por um período de 15 dias, ou seja, de 16 de Abril à 01 de Maio próximo, flexibilizando, no entanto, algumas medidas restritivas que vinham sendo observadas”.

Nesta flexibilização, o governo decretou que, a partir desta sexta-feira, dia 16 de Abril, os serviços da função pública passassem a funcionar, “em horário normal de expediente e com a presença de todos os funcionários, ou seja, retoma-se o horário de trabalho nos dois períodos, respeitando as medidas gerais sanitárias”, frisou o porta-voz do governo.

O comércio, restauração e serviços gerais privados também passaram a funcionar “no horário normal”.

Ainda, segundo o Governo, “é permitida a realização de missas e cultos em dias alternados” e também “a retoma de celebrações de casamentos.” Nestas duas situações, a lotação dos espaços não deve exceder 50% da capacidade total.

No âmbito das novas medidas decretadas pelo Governo, continuam a ser obrigatórios o uso de máscaras, a lavagem das mãos e o distanciamento físico, assim como a realização de piqueniques, vendas ambulantes nas praias, festas populares, fundões e discotecas.

Os números de casos da Covid-19 em São Tomé e Príncipe continuam a baixar consideravelmente, nas últimas semanas. Os dados desta quinta-feira indicavam que há 2271 casos positivos acumulados, dos quais apenas 35 estão activos.

A ilha de São Tomé tem 25 casos, sendo que 4 estão internados no hospital de campanha. Na ilha do Príncipe há 11 casos e todos estão em isolamento domiciliar.

Há 2201 recuperados e, os números de mortos mantém-se em 35.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo