MESARO Aurora

Lindex: “Espero que os são-tomenses comecem a valorizar mais a música são-tomense” (C/vídeo)

“Eu espero que os são-tomenses comecem a valorizar mais a música são-tomense”, disse, Lindex

Cultura -
Rádio Somos Todos Primos

O cantor são-tomense, Lindex defendeu em entrevista exclusiva à RSTP que é preciso os são-tomenses valorizarem e consumirem mais as músicas de cantores nacionais, sublinhando que a comunicação social nacional também deve divulgar mais os artistas do país.

“Diria à São Tomé e Príncipe em geral que comecem a valorizar mais as músicas dos músicos são-tomenses para que nós também possamos sentir aquele calor, aquele apoio de fãs, de amigos são-tomenses, para que nós continuemos a fazer coisas boas para agradar a todos”, disse Lindex durante a entrevista à RSTP em São Tomé, onde se encontra de férias.

“Eu espero que os são-tomenses comecem a valorizar mais a música são-tomense”, acrescentou.

O cantor são-tomense destacou ainda o papel importante dos órgãos da comunicação social “como a televisão, rádio, mesmo até jornal são-tomense” que no seu entender devem “começar a divulgar mais a música e o músico são-tomense”, pois “só assim” conseguirão “dar um paço e ser conhecido”.

“Se a nossa música não for ouvida aqui, noutros países é óbvio que não vai ser também. Quando nós divulgarmos as nossas coisas (não estou a referir-me só da música), seja de outra área da cultura, nós conseguimos sair de baixo, e nós temos nos últimos anos saído aos pouco. Que a comunicação social faça mais, para que nós possamos dar aquele paço que todos nós queremos e precisamos dar no mundo da música”

Nesta entrevista exclusiva à RSTP, o cantor são-tomense falou também da sua nova música ‘Segunda Mulher’ referindo que retrata uma história real das mulheres, mas tem a intenção de homenageá-las a fim de se valorizarem mais.

“Muitas delas passam a ser segunda [mulher]. O meu ponto de vista é que não existe a segunda mulher”, disse Lindex, defendendo que “as mulheres são primeiras.”

“Portanto, eu fiz esta música baseando como uma homenagem a estas mulheres, que aqui em São Tomé e Príncipe as pessoas dizem ‘Bokita’, a mulher de fora, a segunda mulher. Não existe mulher de fora, mulheres para mim, são todas elas mulheres de casa”, reforçou.

Lindex que se encontra em São Tomé de férias, aproveitou também para falar sobre a sua carreira musical. Na entrevista à RSTP, o cantor sublinhou que começou a cantar desde muito cedo depois de participar num festival denominado “canta quem sabe” na Ilha do Príncipe.

Lindex conta com sete ‘álbuns solo’ e mais dois do extinto grupo “Lindex & Nickx”, dupla que marcou o início de carreira do cantor.

Comentar
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais nem utilize linguagem imprópria.

Últimas

Topo